notícias

imagem-artigo-urderwood-site

“Por que uma imagem de Frank Underwood ilustra esse texto?”, você pode estar se perguntando agora. Pois eu acrescento outra questão: quem não quer aproveitar uma chance de pegar carona na imagem de um dos personagens mais falados dos últimos tempos, especialmente em tempos de terceira temporada de House of Cards no ar e escândalos políticos nacionais fomentando as comparações entre o personagem vindo da Carolina do Sul e uma notória figura do congresso nacional?

A resposta à minha própria pergunta: nem todo mundo.

Uma breve pesquisa no Google permite encontrar artigos e mais artigos levando o nome do político interpretado brilhantemente por Kevin Spacey. As listas, tão populares hoje – no que alguns chamam de “buzzfeedzação do conteúdo -, vêm aos montes: lições de marketing dadas por Frank Underwood, coisas que todo empreendedor deve aprender com Frank Underwood, e daí em diante. E não há dúvida de que o sujeito é mesmo genial: para quem acompanha a série, não a nada mais impressionante do que a escalada que ele faz rumo ao poder, sem pausas para tomar fôlego. É nesse ponto também que entra o problema.

Mesmo para quem não assiste ao programa, é notório que Underwood faz o tipo de político que mais contribui para a má fama da classe: sem escrúpulos, sedento por ter cada vez mais. Sua inteligência tem como rivais apenas sua ambição e seu ego. Um personagem que pode ser sagaz, sim, mas definitivamente carece de ética.

Voltamos à sua pergunta: por que uma imagem de Frank Underwood ilustra esse texto?

Porque recentemente esse senhor, ainda que fictício, se tornou peça central de uma discussão no QG da EnterDesign. Discutíamos estratégias de comunicação para um cliente, ações em mídias sociais e, por um instante, o nome Underwood veio à tona: se analisadas de forma clínica, algumas das lições dele têm, sim, uma relação estreita com esse cliente. Por que não aproveitar o embalo da série e pegar carona?

Simples: porque um dos preceitos básicos desse mesmo cliente é ética. O trabalho diretamente associado a desenvolvimento pessoal – e não, isso não significa subir o patamar de vida ao ganhar uma promoção. A linguagem desse cliente é dirigida justamente a uma política mais humana, mais consciente. Sem espaço para Underwoods e suas tramoias, por mais instigantes que elas sejam. Foi quando a ficha caiu: por mais tentador que fosse, nesse caso específico, não valia a pena. As reviravoltas de “House of Cards” e o trabalho do nosso cliente transitam em espaços muito próximos, seguindo em direções totalmente opostas.

Oportunismo é fundamental na comunicação? Sem dúvida. Mas também é preciso visão para saber quem você é, com quem você fala e, principalmente, com quem você não deve se envolver. Bem ou mal, essa é mais uma lição ensinada pelo político americano mais popular do momento.

Fonte: Liliane Reis - EnterDesign / Publicado em: 19.03.2015 - 16h32 / Artigos da EnterDesign




0 comentários em “Quem reflete a sua imagem?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnterDesign @ 2013 - Todos os Direitos Reservados - (5521) 2491-7398