notícias

Você já ouviu falar de outsourcing? Sabe o que é? Sabe para o que serve e para quem atende?

E de outsourcing em comunicação, já ouvir falar? Já viu alguma empresa fazendo?

Pois então este artigo é para você.

Outsourcing é a contratação de um serviço ou produto externo para realizar um determinado trabalho interno de uma empresa. Em inglês, out significa “externo ou fora”, enquanto source significa “fonte”. Ou seja, a “fonte externa” de um produto ou serviço que, devido à sua especialização, será mais eficiente em seus resultados, permitindo que a contratante se concentre exclusivamente nas atividades que cabem ao seu propósito.

Existem empresas dos mais variados ramos que atendem a outras neste sistema de outsourcing. Na área de serviços, por exemplo, talvez a mais comum seja a contabilidade. É mais cômodo contar com uma consultoria externa do que manter um funcionário interno apenas a cargo das atividades da área. Já entre produtos, é muito comum ver o outsourcing aplicado a impressoras. Ao invés de comprar os aparelhos, empresas obtêm com um fornecedor externo a impressora, papel, tinta/toner e afins, além do mais importante: manutenção. Caso ocorra qualquer problema, é fornecido um aparelho para substituir aquele que necessita reparos.

Com processo de comunicação, a dinâmica é basicamente a mesma. Empresas de qualquer porte, que se veem às voltas com atividades de comunicação frequentes, estão cada vez mais optando por contratar um fornecedor externo para cuidar dessa área, ao invés de implementar e manter um departamento inteiro voltado para comunicação, ou ainda um único funcionário que seria forçado a jogar nas onze e dar conta sozinho de todos os processos. Mais que prático, é eficiente contratar agências externas para gerir toda sua comunicação. Um verdadeiro time composto por designer, publicitário, redator, desenvolvedor, tecnólogo, produtor gráfico, diretor de arte, web designer, editor de vídeos, e outros sempre será mais completo que um único profissional, por mais que este faça um trabalho de ponta na sua área de atuação.

Ou seja, a empresa que é multidisciplinar, reunindo profissionais com diferentes perfis e formações, está mais habilitada a fornecer soluções mais completas para a empresa-cliente. E, como é um atendimento constante, a empresa de outsourcing contratada conhecerá o seu cliente a fundo, de forma a prestar assessoria em qualquer assunto relacionado a comunicação e marketing.

Esse conhecimento profundo, aliado ao fato de ser uma única empresa gerenciando todos os serviços de comunicação, é de suma importância para um fator fundamental em comunicação: integração. Todos os canais externos de uma empresa – o site, os canais de mídias sociais, os vídeos, e até a recepcionista que atende o telefone da empresa – devem usar a mesma linguagem. Absolutamente todos. Se o site fala A, as mídias sociais não podem dizer B. O discurso fica desconexo e isso transmite uma imagem ruim para o cliente final. É fundamental que todos as peças e ações de comunicação e marketing de uma empresa estejam integrados. Ao contratar diferentes empresas para realizar diferentes atividades, é comum que cada um queria dar uma pincelada própria na linguagem ou no visual, ou na interpretação do objetivo da ação e, com isso, a integração se perde. Realizar as diferentes ações com uma única empresa responsável, ao invés de recorrer a diversos prestadores de serviços, trará a segurança de que a mensagem é a mesma, independentemente da ação. E ninguém melhor que especialistas em comunicação e gestão de equipes multitarefas para gerenciar este tipo de trabalho.

Outro fator importante ao se falar de outsourcing é a redução de custos. Ao subcontratar uma empresa para realizar um determinado serviço em uma área que foge à expertise da contratante, espera-se que haja economia. Afinal, não raro empresas mantém um funcionário especializado em período integral para atender a uma pequena demanda em comunicação. O resultado? Este funcionário eventualmente será deslocado para atividades que não são da sua área, e aos custos extras da empresa, soma-se também a desmotivação que pesa sobre o profissional (falo, inclusive, por experiência própria).

Ao contratar uma empresa especializada externa, o cliente não fica responsável por questões trabalhistas, férias, 13° salário e se seu funcionário fica doente ou não. Nesse tipo de relação, espera-se que o fornecedor esteja sempre atento às novidades do mercado para oferecer o que há de melhor para todos os seus clientes. O cliente poderá ter a certeza de que sempre será atendido de acordo com os critérios acordados por profissionais experientes em cada tarefa definida e dentro do prazo estipulado.

O detalhe mais curioso do outsourcing, porém? Às vezes, o processo é tão fluido e intuitivo, que já faz parte da sua vida, e você nem sabe.

A EnterDesign, por exemplo, sempre foi uma empresa de outsourcing de comunicação. Temos clientes para os quais atuamos – em alguns casos, há mais de 10 anos – como agência de outsourcing em comunicação e marketing. Casos em que cuidamos da Marca além de aspectos técnicos. Assessoramos os nossos clientes em questões ainda mais vitais, como posicionamento de sua Marca e análise do valor agregado de seus serviços/produtos. Sugerimos ações que visam fortalecer a Marca e aproximá-la de seu público alvo. Passamos a entender como o cliente do nosso cliente funciona, e o que é preciso fazer em termos de comunicação para fazer a ponte entre os dois lados. Com a nossa experiência em comunicação, marketing e branding, contribuímos com a estratégia comercial e social de nossos clientes, estimando os reflexos que uma determinada ação pretendida deve gerar no seu público interno e externo.

E mesmo assim, apenas recentemente percebemos que o que fazemos é, sim, outsourcing.

Design é e sempre foi muito além do visual bonito. É, acima de tudo, a funcionalidade e o valor agregado de qualquer coisa, seja ela uma entidade, um produto ou um serviço. No mundo atual, nada é definitivo e tudo está em constante mudança. Temos que estar mais atentos do que nunca ao que o nosso cliente quer, e não simplesmente no que queremos oferecer ao nosso cliente. A Sony gostaria de estar vendendo walkman até hoje. Não percebeu que o seu cliente queria ouvir música, muitas músicas, sem tem que trocar de Fita ou CD. Foi a Apple quem percebeu esta lacuna e inventou o iPod. É preciso inovar. É precisar ouvir o seu cliente. É precisar entender o seu produto. É preciso saber apresentar o seu produto para que o seu cliente entenda o que está se vendendo. É preciso sempre ir além. A comunicação, especialmente na atualidade, com as mídias sociais e a era digital, é muito mais do que expor o seu produto/serviço. A comunicação está em ouvir e entender o seu cliente, o mercado, as tecnologias, e o futuro, para sempre entender algo necessário e desejado pelo cliente final. E o conhecimento geral obtido ao trabalhar com diferentes pessoas, serviços e produtos nos mais diversos segmentos, traz uma preparação ímpar ao profissional de comunicação.

Agora que você já sabe o que é outsourcing, que tal pensar nos benefícios que esse sistema pode trazer para você? 😉

Fonte: Mauricio Abrahão - Sócio Diretor / Publicado em: 04.08.2016 - 14h12 / Artigos da EnterDesign




0 comentários em “O que o outsourcing pode fazer por você?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnterDesign @ 2013 - Todos os Direitos Reservados - (5521) 2491-7398